Pit bull nasceu com uma deformação no focinho, mas sua dona se recusou a sacrificá-la

Você acha natural sacrificar a vida de alguém por causa de uma deformidade? Certamente não. Mesmo assim, muitas pessoas ainda fazem isso quando se trata de um animal de estimação, mas esta mulher estava disposta a lutar pela vida de sua pit bull.

pit bull sacha com deformação no focinho

Pit bull nasceu com uma deformação no focinho, mas sua dona se recusou a sacrificá-la

A cadela Sasha nasceu com uma deformação no focinho que fazia com que ela não conseguisse mamar, colocando sua vida em risco desde os primeiros momentos. Desafiando todas as suas dificuldades de se alimentar e respirar, ela encontrou em sua dona e em um grupo de resgate animal a esperança para lutar pela vida.

pit bull sacha ao lado de um gato

O animal foi levado à agência de resgate FURRR 911, de Marie DeMarco, que se recusou a sacrificá-lo. Marie é enfermeira e já tinha experiência no auxílio a gatos com saúde frágil, portanto, não teve dificuldades em ajudar na recuperação de Sasha.

pit bull sacha com deformação no focinho

Além do problema no focinho, descobriu-se depois que Sasha também tinha diversas outras condições de saúde. A cadelinha sofre de hidrocefalia (acumulação de fluido no crânio), além de ter sido diagnosticada com uma infecção respiratória, uma infecção urinária e problemas ortopédicos.

pit bull sacha com deformação no focinho em cima de um gato

Hoje com três meses, a cadelinha ainda luta para sobreviver e está cada vez mais forte com a ajuda de Marie.

“Ela tem uma vontade e determinação incríveis”, conta sua dona, orgulhosa.

Espia só algumas fotos da recuperação de Sasha.

pit bull sacha com deformação no focinho em recuperação

pit bull com deformação 0

Apesar de ser um pouco mais lenta e menor que os outros cachorros da sua idade, ela é muito amada e feliz. Sasha ainda precisará fazer uma cirurgia no crânio para aliviar o acúmulo de líquidos. Mas vamos torcer para que o amor de sua mãe adotiva continue ajudando essa pequena a superar as dificuldades.

Leia também:

O que achou? Você faria o mesmo? Deixe sua opinião nos comentários!

Recomendado para você

Sobre o autor: Enciclopets

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *