Castração faz o cão engordar? É Mito ou Verdade?

Castrar seu cachorro para a grande maioria dos donos é um dos itens principais da lista de cuidados com o animal. A não ser que você seja um criador ou queira ter mais cachorros em casa, a melhor decisão que você pode tomar quanto a saúde do seu cachorro é a castração.

imagem de cão após cirurgia de castração

O principal objetivo de castrar seu cachorro é, obviamente, prevenir que ele tenha filhotinhos e, para isso, o procedimento é extremamente efetivo. A cirurgia de castração começou a ser usada nos EUA nos anos 70 e desde então só vem diminuindo a quantidade de filhotinhos abandonados na rua ou em abrigos – alguns até fazem campanhas de castração de filhotes.

Veja algumas vantagens da castração:

  • Diminui o hábito de marcar território
  • Os passeios passam a ser mais tranquilos
  • O “instinto animal” permanece intacto
  • É um procedimento cirúrgico acessível
  • As fêmeas ficam menos propensas a terem câncer (neoplasia)
  • Os machos também tem menos chances de terem tumores
  • Evita agressividade por excitação sexual constante
  • Evita xixis excessivos durante os passeios

No entanto, uma das dúvidas dos donos é em relação ao peso do cão. Provavelmente você ouviu de algum conhecido que o animal dele engordou após ser castrado e ele se assustou um pouco com essa mudança de peso.

Antes de tudo vale comentar que isso não acontece com todos os cães. Mas afinal, porque alguns deles engordam após a castração?

cão se pesando em uma balança

Por que alguns cães engordam após a castração?

– Hormônios, os grandes culpados

Após castrado, o pet tem uma alteração em seus hormônios, o que explica porque passa a ficar mais calmo.

Claro que isso não significa que você deve se esquecer das caminhadas ou ignorar por completo as brincadeiras. Muito pelo contrário, agora caberá a você, o dono, incentivar o bichinho a correr, andar e, portanto, não ficar apenas parado.

Como houve uma mudança nos hormônios o cão não sente mais necessidade de brigar pelo território – ou pelas fêmeas – com outros animais, estejam eles dentro da sua casa ou não.

Vale comentar que as fêmeas têm maiores tendências a engordar e exigem maior atenção dos donos para que não fiquem muito acima do peso.

– Controle da alimentação

Como o cão gasta menos energia em suas atividades diárias, não é preciso que ele seja alimentado tantas vezes ao dia ou com um prato tão cheio. Se depois da castração você notou que seu amigo – ou amiga – de quatro patas deu uma engordadinha, diminua um pouco as porções de comida.

Antes da castração ele comia três vezes ao dia, sempre recebendo o comedouro cheio? Que tal reduzir um pouco a quantidade de ração no prato?

Leia também:

– Engordar não é uma regra

Vale comentar que engordar após a castração não é uma regra. Ou seja, não significa que todos os cachorros que são castrados ganham peso algum tempo depois da operação.

Alguns podem ter maior tendência em se tornarem obesos, mas talvez o seu pet continue magrinho mesmo depois de castrado. Como dito acima, tudo depende dos hormônios!

– Tendência a engordar

cão obeso deitado no colo do seu dono

Apesar da castração ser recomendada logo após os seis meses de idade, cães que são submetidos ao procedimento antes de completar um ano costumam ter mais tendência a engordar. De qualquer maneira, não espere o primeiro cio. Quanto antes seu pet for castrado menores as chances de desenvolver algum tipo de câncer no futuro.

Algumas raças também são mais propensas ao ganho de peso como é o caso dos poodles, por exemplo.

De qualquer forma não leve isso como regra e lembre-se que você também irá contribuir para que seu cão continue mantendo o peso ideal.

– Exercícios: aliados para evitar a obesidade

cachorro praticando atividades físicas

Pense da seguinte maneira: Se antes da castração você passeava com seu pet para deixa-lo menos agitado, agora você continuará mantendo essa atividade com o intuito de fazer com que ele queime calorias.

Como não há porque procurar uma fêmea ou macho para acasalar, o cão tenderá a ficar mais quieto, preferindo tomar um sol e latir apenas quando for necessário. Isso é claro não significa que ele não vá se animar para um passeio se você o levar ou que não se divirta com brincadeiras.

Sendo assim, tente passear com seu cão ao menos duas vezes ao dia e estimule as brincadeiras. Deixe que ele se divirta com uma garrafa pet, com seus brinquedinhos – que agora não serão mais destruídos –, com uma bola e até mesmo brinque de correr atrás dele.

O cachorro já está um pouco acima do peso? Inclua a atividade física mas respeite seus limites! Nada de querer sair correndo com ele logo no primeiro dia de passeio.

Fonte de pesquisa: Blog Cachorro de 29 anos

Recomendado para você

Sobre o autor: Enciclopets

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *